Abriu os olhos e viu o mundo completamente embaçado. Não se deu por vencida, puxou o ar com toda força que lhe restava: vã tentativa. O nariz congestionado, o pulmão mais cheio de catarro do que com espaço para o ar. Não, não pode ser! Tentou levantar-se, mas ao menor movimento, sua cabeça latejava de dor. Pronto, está confirmado! Morri! É fato, estou com a visão embaçada, com dor no corpo, sem conseguir respirar: é a morte! Abriu os olhos o máximo que pode e ficou a olhar fixo para o teto, curtindo a sua morte. Sua mãe passava pela sala e viu a cena estranha: a filha deitada no sofá, com os olhos fixos no teto.
– O que é isto menina?
– Morri!
– Morreu?
– É!
– Deixa de ser fresca, quando tu morreres de resfriado eu te aviso!

 

Apocalipse Zumbi – Curitiba Parte I

Tags

, , ,

– Filha…

– Quêêê… (olho através das remelas dos olhos entreabertos).

-Hoje não vai ter ônibus.

-Tá, já sei! Vi na internet de madrugada….

—-

Grande coisa que eu vi na internet antes que não ia ter ônibus. Amanheceu chovendo, a rua aqui de casa transformada só em carros e sons de buzina. Nada de abrir a cortina, a única ação aceitável de manhã cedo é ligar a cafeteira. Assim, nesta ordem: cafeteira, TV, computador. E sim, o café é muito mais importante do que ir ao banheiro, antes que você pergunte.

Primeiro susto do dia: nada de internet. Segundo susto do dia: liguei para o lugar do curso e ninguém atendeu. Terceiro susto do dia: liguei para o trabalho da minha mãe e ninguém atendeu.

Saí com o kit-curitiba quase completo, só faltou a capa de chuva. O bairro que eu moro agora é sempre meio vazio, mas quando cheguei à rua quinze, vazia em plena terça-feira, tive certeza: é o princípio do apocalipse zumbi!

Se Curitiba gosta tanto de ser a primeira em tudo, certeza que ela vai ser por onde vai começar o apocalipse zumbi. Não precisa muito para que todos nesta cidade fiquem em casa, uma greve no transporte coletivo então é ideal! Mas fico em dúvida se o vírus iria se alastrar rapidamente na cidade, já que o povo não é muito fã de grandes reuniões públicas.

Mesmo assim, é sempre bom a gente se prevenir, né? Com a cidade vazia em pleno dia útil, eu o namorado saímos zanzando pelo centro, para tirar o mofo das minhas pobres galochas, e descobrimos o QG ideal para o apocalipse: a biblioteca pública do Paraná! Enorme, quentinha, cheia de livros (parte muito boa!) e o mais importante de tudo: em frente à loja Americanas, a maior fornecedora de mantimentos para ataques zumbis!

Já estamos preparando o plano de fuga!

Um dia chique, muito chique.

Tags

, , ,

Calor em Curitiba. Saí de vestido preto, cabelo preso, óculos grandão e chinelo. Chinelo mesmo, daqueles que agora chamam de sandálias. Olhei para o chinelo e ele estava lá, normal como sempre. Fui até a feirinha, comprei bala de menta e fiz a mesma volta que sempre faço.

-Bi, vamos até a Cultura (livraria)?

-Ah, vamos, deixa só eu me arrumar um pouquinho!

Prende o cabelo de novo, retoca o pó compacto, um batom de nada, procura o chinelo e sai. Toda feliz! Linda a rua, lindo o final de tarde, lindo o bairro, lindo o tropeção na esquina da rua Desembargador com a Comendador Araújo. Olho para o chão procurando uma  pedra ou desnível e vejo ele lá, um objeto sorridente e desengonçado zoando com a minha cara: o chinelão (agora não é mais sandália), com a tira arrebentada!  Pego o objeto estranhamente identificado e, ainda com aquele ar de “que dia lindo”,  viro-me para o namorado:
– Ow, tens um prego aí? Tenho que arrumar meu chinelo.

– Você não tá falando sério…
-Claro que estou. Preciso de um  prego. Ou grampo de cabelo.

-Hhauahu, não tenho, vai ter que ir descalça!

-É, é o jeito! Vamos voltar pra casa.

Dez quadras de volta, e uma grande lição: se vc é chique de verdade, vc leva um prego na bolsa pra arrumar o seu chinelo.

Festival do Minuto primeiro semestre de 2012: inscrições abertas

Tags

, ,

http://www.minutefestival.com/festivaldominuto/index.php?page=videos§ion=view&vid_id=25641

Faça um vídeo de até 1 minuto usando imagens de acervo da Getty Images e concorra a R$ 25.000,00 em prêmios!

Você pode utilizar gratuitamente o acervo de fotos, clipes de vídeo e músicas da Getty Images para fazer o seu vídeo. É um dos maiores acervos de imagens do mundo agora aberto para você experimentar e criar!

ATENÇÃO: pelo menos metade do seu vídeo tem que utilizar vídeos ou fotos do acervo da Getty.

Os melhores vídeos serão veiculados no Canal Brasil. O tema é livre e o prazo de inscrição da 1ª fase é 31 de março de 2012.

Após a exibição no Canal Brasil, o público escolhe, pela Internet, o melhor vídeo da semana.
Os autores dos 8 vídeos finalistas terão que realizar um novo vídeo com imagens de acervo da Getty para concorrer ao grande prêmio de R$ 5.000.

Prêmios:

  • 28 prêmios de R$ 200 para os vídeos selecionados para exibição no Canal Brasil
  • 8 prêmios de R$ 1.000 para os vídeos melhor avaliados pelo público após exibição no Canal Brasil
  • 8 prêmios de R$ 400 para os novos vídeos feitos pelos realizadores finalistas
  • 1 prêmio de R$ 5.000 para o melhor novo vídeo dos realizadores finalistas – escolha do público
  • 1 prêmio de R$ 5.000 para o melhor novo vídeo dos realizadores finalistas – escolha da curadoria

Fonte e maiores informações: http://www.minutefestival.com/festivaldominuto/index.php?page=contests&action=contestsearch&contest=252

Garibaldis e Sacis I

Não, eu não sou uma pessoa que gosta de Carnaval. Na verdade, já é um hábito nesta época trancar-me em casa e colocar em dia todos aqueles filmes, livros e quadrinhos que estão em uma pilha no canto da mesa, esperando que eu tenha tempo para dar uma olhada neles. Mas, diz a lenda, Curitiba tem um bloco de carnaval que sai quatro semanas antes do domingo de carnaval mesmo. E hoje eu pude conferir: o bloco existe!
A concentração acontece a partir das 16h no Largo da Ordem e percorre a região cantando marchinhas e outras músicas. Mas fique tranquilo, não tocou axé!

Vai lá: http://www.garibaldisesacis.com.br/

 

Aulas de make nº ???

Tags

, ,

Porque Eris, a deusa do caos, aprova toda esta bagunça!

    Sim, eu perdi as contas sobre em qual aula de maquiagem que eu estou. Aconteceu tanta coisa nos últimos dois meses que sequer parei para pensar no registro de todas as aulas que eu gostaria de ter feito. Enfim, o negócio é que o curso já está na metade e eu vou ficar devendo mais algumas semanas (sim, semanas!) o registro das aulas.

       Nestes últimos dois meses eu estou com alguns trabalhos atrasados da faculdade (acaba logo 3º período!), desliguei-me da empresa que estava trabalhando e voltei a tentar (bem tentar mesmo, porque eu sou muito ruim) a jogar rugby.  Para completar o circo, perdi meu cartão do banco e não consigo sacar dinheiro algum, por conta da greve. Enfim, está tudo uma bagunça.
Volto ainda este mês para coisas realmente mais interessantes…

Quando vc extrai um ciso, o que vc faz?

Tags

,

Eu fiz bolo de chocolate. Como já se passaram 24h desde o momento que o Dr. Othon me livrou daqueles dentinhos inúteis do mal, fui fazer um bolinho, já que vontade de sair e fazer algo de mais útil na rua não deu. Estou me sentindo um Frankstein com os pontos na gengiva! Mary Shelley rules!

O bolinho é este aqui:

Ingredientes:

3 ovos

3/4 xícara de óleo

1 1/2 xícara de açúcar

1 e 1/2 xícara de água fervendo

3 xícaras de trigo

1 e 1/2 xícara de achocolatado

1 e 1/2 colher de sopa de fermento

 

Preparo:

Bata os três primeiros ingredientes, junte a água e bata um pouco.

Bata a farinha e o achocolatado

Junte o fermento.

Asse por mais ou menos 40 minutos.

 

Pronto, tá feito!

 

 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.